Zocchi participa do 31º Congresso Mundial da FIJ e envia informações direto de Omã

Em Mascate, capital de Omã, o diretor do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP) e vice-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Paulo Zocchi, participa do 31º Congresso Mundial da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ), que acontece entre 31 de maio e 3 de junho, representando a Federação juntamente com Maria José Braga, presidente da entidade.

Mais de 250 participantes representam sindicatos e associações de jornalistas de 92 países no evento que abordará temas como vigilância de jornalistas e ações para acabar com a impunidade por crimes contra trabalhadores da mídia.

Em um vídeo enviado nesta quarta-feira (1), Zocchi relata os temas levados pela Fenaj ao Congresso, que acontece em um contexto de guerra usado para retirar direitos democráticos e trabalhistas. Para o jornalismo, destacou Zocchi, é um contexto no qual há oposição à censura praticada contra a divulgação de informações sobre a guerra e repúdio à morte de jornalistas no cenário de guerra.

A delegação da Fenaj leva questões importantes para o debate, como os sucessivos ataques do presidente do Brasil aos jornalistas e em favor de medidas que aumentem a segurança dos profissionais; a moção em defesa do jornalista Rubens Valente, que sofre retaliação do STF e foi condenado a pagar valores exorbitantes por seu trabalho jornalístico, tornando-se na prática um ato de censura e ameaça à prática jornalística no país e, por último, a moção contrária a extradição de Julian Assange aos Estados Unidos e em defesa do jornalismo e da publicação de informações de interesse público.

Confira a íntegra do boletim enviado por Paulo Zocchi