Sindicato protesta contra demissões na Rádio e TV Cultura

No período de duas semanas cinco jornalistas foram dispensados da Rádio e TV Cultura. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo protestou contra a...

DEMISS1DEMISS1

No período de duas semanas cinco jornalistas foram dispensados da Rádio e TV Cultura. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo protestou contra a medida e deve se reunir na próxima semana com o Departamento de Recursos Humanos.

Ao ser indagado pelo Sindicato sobre o motivo do ocorrido já que recentemente três novos programas foram lançados, a empresa alegou que a medida foi devido a reajustes pontuais, ou seja, que os trabalhadores não estão alocados em postos certos.

“A notícia nos causou estranheza! Demitir funcionários com a justificativa de que não estão em função adequada enquanto novos programas de televisão são lançados parece não ter lógica. É inadmissível que estas demissões ocorram no mesmo momento em que várias frentes de trabalho são abertas. Isso sem falar no acumulo de funções que a medida trará para os trabalhadores que permaneceram na empresa. Tal ação parece fazer parte do plano reestruturação da TV Cultura anunciado no passado que demitiu vários profissionais e que, segundo o presidente da empresa, já havia sido encerrado”, disse o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, José Augusto Camargo (Guto).

O Sindicato já havia agendado o encontro para conversar sobre controle de jornada de trabalho e agora incluirá a demissão dos cinco jornalistas na pauta da reunião.