Sindicato dos Jornalistas lamenta a morte de Edy Lima

O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (SJSP) lamenta o falecimento da jornalista e escritora Edy Lima, ocorrido em São Paulo no último sábado, 1º de maio. Com mais de 50 livros publicados, a jornalista era sindicalizada desde 1957.

Nascida em Bagé (RS), mudou-se para São Paulo onde atuou como jornalista e escreveu, além de livros, peças de teatro e novelas.

Há alguns anos, Edy Lima foi homenageada em ato sobre o dia das mulheres no Sindicato dos Jornalistas. Na ocasião, o SJSP homenageou as jornalistas sindicalizadas há mais de 50 anos.

Edy Lima deixou os filhos Ana e Eduardo.

O SJSP estende as condolências aos familiares e amigos da jornalista.