Mogi das Cruzes: Sindicato participa de Conferência da Pessoa com Deficiência

 
 
 
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, participou da III Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Mogi das...

mogi1mogi1

 

 

 

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, participou da III Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Mogi das Cruzes, que aconteceu no sábado, 31 de março, no auditório do Cemforpe.

Na ocasião foram apresentadas propostas para a implementação de tecnologias assistivas como recurso de acessibilidade na imprensa, que garanta o acesso à informação; cultura organizacional pró-diversidade; capacitação, adaptação e inclusão da pessoa com deficiência no mercado jornalístico e das comunicações, que receberam a seguinte redação final:

1) "Garantia de acesso às atividades culturais e utilização do fundo do Conselho Municipal da Cultura (Comuc) para garantir acessibilidade dos eventos culturais, tais como intérprete de L.I.B.R.A.S., audiodescrição, material em braile (desde a recepção até a acomodação adequada). Colocar como compulsória a oferta de produto cultural acessível (EIXO 1 - EDUCAÇÃO);"

2) "Garantia de acesso às atividades culturais e IMPRENSA ACESSÍVEL E INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO JORNALÍSTICO E DAS COMUNICAÇÕES (EIXO 2 - ACESSIBILIDADE E COMUNICAÇÃO) ;"

Aprovadas por unanimidade no âmbito municipal, as propostas agora serão levadas para a etapa regional e, uma vez aceitas, seguem para a etapa estadual que acontecerá nos dias 24 e 25 de julho na Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em São Paulo e, por fim, para a aprovação na Convenção Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, entre os dias 3 e 6 de dezembro, em Brasília.

Estas questões também foram apresentadas no I Encontro Regional dos Jornalistas do Alto Tietê, realizado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, Fotoclube do Alto Tietê e a Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Estado de São Paulo, ARFOC-SP, que aconteceu no sábado 14 de abril de 2012, no Auditório Ver. Tufi Elias Andery, da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes.
Como o tema central tratava de "O Futuro do Jornalismo no Alto Tietê", a coordenadora geral do evento, Tina Andrade convidou representantes de diferentes áreas da Comunicação com e sem deficiência, para uma usinagem de ideias.


Entre eles, Kátia Fonseca, nossa diretora de base do Sindicato, jornalista e ativista de Direitos Humanos, a repórter do Fantástico Flávia Cintra e o jornalista e assistente técnico da Coordenadoria de Desenvolvimento de Programas da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD), Luiz Carlos Lopes e a jornalista e Gestora da Assessoria de Comunicação Institucional da SEDPcD, Maria Isabel da Silva para falar sobre a Abordagem Humanizada da Pessoa com Deficiência na Mídia.

“Não podemos praticar a inclusão social sem oferecer acesso à informação”, diz Tina que defende o engajamento da diversidade desde a fase embrionária do projeto. Depois do evento, um grupo de trabalho dará continuidade ao projeto no SJSP.

 

Fotografia de Nivaldo Alves

DESCRIÇÃO DA IMAGEM: fotografia digital colorida, disposta no sentido horizontal. Mostra um palco com cortinas escuras no fundo e à frente destas, uma visão parcial de um telão sobre o qual está projetado um texto. Sobre o palco, na parte centro-direita da imagem, há um púpito de acrílico transparente, com microfone, no qual um homem de terno e óculos escuros faz uso da palavra, ladeado por duas moças e um intérprete de LIBRAS que traduz o texto para a plateia que aparece na parte inferior da imagem. Mais ao centro, uma fileira de pessoas permanece de pé a frente do palco, enquanto um homem aparece sentado à mesa digitando num laptop.