FENAJ amplia articulações pela aprovação da PEC do Diploma em Jornalismo

Um acordo de líderes partidários no Senado, no início de fevereiro, consagrou a perspectiva de votação da PEC dos Jornalistas em 2º turno após o Carnaval. Dirigentes da...



Um acordo de líderes partidários no Senado, no início de fevereiro, consagrou a perspectiva de votação da PEC dos Jornalistas em 2º turno após o Carnaval. Dirigentes da FENAJ intensificarão contatos com os parlamentares nos dias 28 e 29 de fevereiro e reforçam o pedido à categoria para que encaminhe mensagens solicitando o apoio dos senadores de seus estados. Os Sindicatos de Jornalistas foram orientados a ficarem de sobreaviso para se deslocarem a Brasília a qualquer momento.

Relator da PEC 33/09, o senador Inácio Arruda (PCdoB/CE) expôs a dirigentes da FENAJ que houve acordo de líderes para votação da matéria após o Carnaval. Mas não foi possível assegurar uma data, tendo em vista que o governo federal pode encaminhar três medidas provisórias no início da próxima semana ao Congresso Nacional. Se isso ocorrer, as MPs passarão a trancar a pauta de votações.

O presidente da Federação e os demais diretores da entidade com base em Brasília desenvolverão articulações já no início da semana. Caso o governo não encaminhe as MPs e a pauta do Senado fique aberta, dirigentes dos Sindicatos de Jornalistas estão de sobreaviso para se deslocarem ao Distrito Federal e colaborarem na mobilização junto aos parlamentares.

“Vamos trabalhar com a possibilidade da votação da PEC 33 e com a convocação dos Sindicatos e da categoria para uma mobilização geral que assegure a aprovação da matéria em 2º turno”, conta o presidente da FENAJ, Celso Schröder. Ele reforça o pedido para que prossiga a campanha de envio de e-mails e contatos com os senadores pela imediata votação da PEC dos Jornalistas. “A consagração de nossa vitória em 2º turno no Senado depende muito do empenho dos apoiadores de nossa luta junto aos parlamentares de sua região”, convoca.

Paralelamente, a direção da Federação e o GT da Campanha do Diploma organizam um revezamento de entidades no acompanhamento dos trabalhos no Senado. Segundo Valci Zuculoto, diretora da Federação e integrante do GT, o objetivo é assegurar mobilizações constantes pela aprovação da PEC.