Assembleia aprova cobrança de contribuição negocial

Valor é equivalente a 0,5% do salário, com limite de R$ 30,00 na capital e de R$ 20,00 no interior

Jornalistas reunidos em assembleia aprovaram na quarta-feira (8) resolução para que o SJSP cobre contribuição negocial nos acordos coletivos da categoria. A contribuição será de 0,5% do salário bruto ao mês, limitada a R$ 30,00 na capital e R$ 20,00 no interior, Grande São Paulo e litoral. Jornalistas sindicalizados/as não sofrerão o desconto, porque já pagam mensalidade sindical.
O SJSP fará a cobrança de contribuição negocial de integrantes da categoria por conta da participação da entidade nas negociações dos acordos e convenções coletivas, cujas conquistas beneficiam todos os jornalistas, independentemente do fato de serem sindicalizados. A deliberação foi tomada em assembleia na qual jornalistas não associados tiveram direito de voz e voto.
A entidade se compromete a informar a categoria sobre a cobrança por seus meios de comunicação e no site. Não haverá obstáculo para quem manifestar oposição ao desconto. O SJSP receberá os pedidos de oposição a qualquer momento, presencialmente (quando o Sindicato retornar à atividade presencial) ou pelo envio de e-mail, carta ou mensagem de WhatsApp com os dados da/do jornalista (nome completo, empresa na qual trabalha, e-mail e contato telefônico).

Defesa da categoria

Em meio a intensos ataques as representações sindicais, a contribuição negocial continua a ser uma importante fonte de recursos para que a entidade possa ter fôlego para realizar as atividades em defesa da categoria.
O SJSP reafirma, porém, que a sua principal forma de manutenção deve ser a participação ativa dos jornalistas como associados ao sindicato, de forma que a própria categoria, por meio do pagamento da mensalidade, sustente a luta e a defesa de sua entidade de classe.