Mais uma denúncia de irregularidades contra o Portal Terra

A direção do Sindicato dos Jornalistas recebeu mais uma denúncia contra o Portal Terra. Desta vez, se refere à terceirização de atividade fim, ou seja, aqueles que...

internetinternet

A direção do Sindicato dos Jornalistas recebeu mais uma denúncia contra o Portal Terra. Desta vez, se refere à terceirização de atividade fim, ou seja, aqueles que produzem os conteúdos jornalísticos do Portal (texto, áudio, vídeo e imagem), o que é proibido por lei.

Não bastasse a terceirização, o denunciante afirma que quando os jornalistas, produtores de conteúdo, são demitidos nem a empresa que os contratou, nem o Portal Terra pagam seus direitos.

O Sindicato recebeu essa denúncia de um jornalista que trabalhou no Portal, contratado por uma empresa terceirizada, o mesmo preferiu não se identificar. “A denúncia é grave. o Sindicato vai apurar e exigir que o Portal Terra pare com essa prática que viola os direitos dos trabalhadores”, afirma Guto Camargo, presidente do Sindicato dos Jornalistas.

Denuncie: O Sindicato solicita aos jornalistas que trabalham no Portal Terra e em outros portais e sofrem pressão e assédio moral para denunciar as irregularidades praticadas pela empresa, que não se intimidem e denunciem as irregularidades ao Sindicato dos Jornalistas pelo e-mail: jornalista@sjsp.org.br . O Sindicato garante sigilo.