Jornalista da Rádio São Carlos AM é agredido por vereador

Sindicato repudia ataque e se solidariza com o profissional Jeferson Vieira, que sofreu fratura no nariz e registrou boletim de ocorrência.

Por Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

Nesta quinta, 11/10, o jornalista Jeferson Vieira foi agredido com um soco no rosto e um chute no abdômen na calçada do seu local de trabalho, em São Carlos, e teve o nariz fraturado. O profissional imediatamente registrou a ocorrência na Polícia Civil pelo crime de lesão corporal, identificando o agressor como o vereador Leandro Augusto do Amaral (PSB), conhecido como Leandro O Guerreiro. Em seguida, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo considera totalmente inaceitável esta reação de absoluta violência. É uma tentativa de censurar, pelo uso da força, a liberdade de expressão e o exercício profissional do jornalista, e como tal precisa ser combatida.

A entidade também apóia a decisão de Jeferson de fazer denúncia ao Poder Público, e cobra das autoridades competentes celeridade na apuração do crime e nas providências legais. Junto com o jornalista, o Sindicato debate outras medidas possíveis.

Entenda o caso

Jeferson conta que a agressão foi realizada logo após seu programa na Rádio São Carlos AM. Pela manhã, Leandro do Amaral, que também faz transmissões pela mesma rádio, havia tecido críticas a professores de uma creche municipal por supostamente tocar funk para as crianças, em discurso que foi contraposto pelo jornalista quando este entrou no ar, sem citar o vereador.

Segundo Jeferson, Leandro do Amaral o aguardava na portaria da rádio, onde o agrediu. Além da violência física, o jornalista foi insultado. “Ele me chamou de lixo porque defendia homossexuais, gays, lésbicas, que defendia a esquerda e vagabundo”, conta o profissional, que afirma não ter reagido em nenhum momento.