Jornal Unidade destaca greve histórica na RAC

José Hamilton Ribeiro é destaque, em entrevista exclusiva sobre a "tribo" dos jornalistas

Por Flaviana Serafim - Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

Há mais de dois meses, jornalistas estão em greve por falta de pagamentos na Rede Anhanguera de Comunicação, responsável pelo Correio Popular e o Notícia Já, de Campinas, e a paralisação, a maior da história do jornalismo em São Paulo, é destaque da nova edição do jornal Unidade.

A greve começou em 14 de fevereiro, depois de mais de dois anos em que os profissionais enfrentam constantes atrasos de salários e benefícios. Até o momento, os jornalistas aguardam o julgamento do dissídio pelo Tribunal Regional da 15ª Região (TRT-15 Campinas), mas o Ministério Público do Trabalho (MPT) reconheceu a legitimidade do movimento. Em parecer sobre o caso, o MPT também defendeu o pagamento dos dias parados e o direito de estabilidade de 180 dias.

Na capital, o MPT propôs um Termo de Ajustamento de Conduta à Editora Abril devido a demissões em massa e ao parcelamento de verbas rescisórias pela editora, outro tema em destaque na publicação.

O andamento das campanhas salariais de rádio e TV, e de jornais e revistas da capital, interior e litoral também estão entre as pautas, além da festa “Que lead foi esse?” em comemoração ao Dia do Jornalista neste 7 de abril.

O “Unidade Entrevista” traz um bate-papo com José Hamilton Ribeiro na série com jornalistas que fazem a história do Sindicato e do jornalismo em São Paulo, e Marielle Franco e as mulheres lutadoras do país são homenageadas na seção “Imagem”.

Clique e acesse a versão digital.