Empresas protelam resposta sobre prorrogação da Convenção Coletiva

Sindicato orienta jornalistas a avisarem se houver desrespeito a direitos

Sexta rodada de negociação aconteceu nesta terça-feira (16) / Foto: Cadu BazilevskiAs empresas de rádio e TV do Estado de São Paulo enviaram hoje uma comunicação ao Sindicato dos Jornalistas (SJSP) afirmando que convocaram uma reunião geral do Sindicato patronal para a próxima semana para discutir a contraproposta entregue por nossa categoria na reunião de negociação da última terça-feira, 16 de janeiro, na qual também discutirão a proposta de estender a vigência da Convenção Coletiva até o final de fevereiro, bem como a garantia de data-base.

Na mensagem, o Sindicato patronal diz também que “continua aberto a negociar a renovação” da Convenção, e propõe realizar a próxima rodada de negociação em 30 de janeiro (já que, na próxima semana, estará definindo uma posição para levar à mesa).

Diante disso, a direção do Sindicato dos Jornalistas entrou em contato com a bancada de negociação patronal para reafirmar a importância da extensão da vigência da Convenção num momento em que os jornalistas, com sua última contraproposta, deram passos concretos na via de negociar o fechamento do acordo. 

O fato, porém, é que a partir de amanhã (20/1) – e até a assinatura da prorrogação da Convenção ou de uma nova CCT – os jornalistas deixarão de contar com a garantia de uma Convenção em vigor, mesmo que seja por alguns dias. Isso obrigou o SJSP a tomar medidas cautelares para garantir os direitos legais. O Sindicato indica ao conjunto dos jornalistas a que avisem imediatamente a entidade caso algum direito deixe de ser cumprido por qualquer empresa.

A direção do SJSP orienta todos os jornalistas a acompanharem as negociações: nossa última contraproposta está aqui. Com esse documento, é possível compreender em detalhes nossa última proposta de acordo e realizar conversas nas redações, e os diretores do Sindicato se dispõem a comparecer aos locais de trabalho para esclarecer e debater com os jornalistas os rumos da campanha.

Acompanhe pelo site do Sindicato ou pelos grupos de whatsapp nas redações, e participe das atividades de campanha.

Escrito por Redação - Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo