Campanhas Salariais 2020-2021

Por Redação - Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

Campanhas salariais: defesa dos salários e direitos

Estão em curso negociações em diferentes empresas e setores econômicos do estado. Em todas, num cenário difícil, a categoria defende a manutenção dos valores reais dos salários (um desafio no ano da Medida Provisória 936, depois transformada em lei), a permanência dos direitos já conquistados nos Acordos e Convenções Coletivas de Trabalho e novas cláusulas que regulamentem questões prementes, como o home office e controle de jornada. Acompanhe em www.sjsp.org.br

 

Rádio e TV: pauta foi entregue às empresas

Os jornalistas reivindicam a reposição da inflação do período e mais 4,5% (perdas entre 2015 e 2017). Entre as cláusulas sociais, o principal debate é sobre a escala de trabalho aos finais de semana. Como consta hoje na Convenção, as empresas podem escalar os jornalistas 12 dias seguidos e os domingos trabalhados são compensados como um dia comum, prejudicando a categoria. A data base é 1º de dezembro, mas a negociação ainda não começou.

Campanha Salarial de Rádio e TV: pauta foi entregue às empresas

Confira a pauta entregue às empresas

Patrões de rádio e tv propõem reajuste zero e fim do PPR e abono salarial​

Sindicato convoca jornalistas de rádio e tv para assembleia da campanha​

Sindicato convoca jornalistas de rádio e tv para assembleia na sexta-feira (15)

 

Jornais e revistas do interior

Depois de quatro meses de prorrogação da Convenção Coletiva (a data base do setor foi em 1º de junho, em meio à pandemia, e a categoria propôs adiar a negociação), as empresas propuseram reajuste 0 e nada de PLR. A categoria rejeitou a proposta em assembleia no dia 4 de novembro, enviou uma contraproposta, e a campanha segue.

Assembleia da campanha salarial de jornais e revistas do interior será no dia 4​

Campanha Salarial jornais e revistas do Interior: Categoria recusa proposta patronal

Jornais e Revistas do Interior e Litoral: Patrões enviam contraproposta​

Jornalistas de jornais e revistas do interior e litoral aprovam nova proposta; Sindicato encaminha ao patronal

Sindicato convoca assembleia de jornais e revistas do interior para debater proposta patronal​

Categoria aprova proposta patronal e encerra campanha salarial de jornais e revistas do interior

Confira a Convenção Coletiva de Trabalho

 

Campanha Salarial de Jornais e Revistas da capital

Reunidos em uma assembleia virtual em junho, jornalistas do segmento de jornais e revistas da capital decidiram por estender a validade da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) até 31 de dezembro de 2020. Apesar do adiamento da campanha salarial e do início das negociações, a Convenção Coletiva do segmento se mantém com a data-base em 1º de junho.

Campanha Salarial de Jornais e Revistas da capital tem primeira rodada de negociação nesta semana

Sindicato convoca jornalistas de jornais e revistas da capital para assembleia da campanha salarial

Empresas de jornais e revistas da capital propõem reajuste ZERO e fim da multa da PLR

 

EBC quer mexer em 16 direitos

Na campanha salarial construída em unidade entre radialistas e jornalistas de SP, RJ e DF, com data base em 1º de novembro, a empresa propôs 0% de reajuste e quer piorar 16 cláusulas. A desculpa é a Lei Complementar 173, que congelou salários de servidores. Mas várias cláusulas não têm qualquer relação com isso (como a tentativa de criar um banco de horas lesivo aos trabalhadores), e a lei tem sido questionada em diversas ações na administração pública direta.

Trabalhadores da EBC se reúnem em assembleia nesta quarta. Veja edital

 

RTV Cultura: 35% de perdas salariais 

Junto com os radialistas, os jornalistas seguem combatendo pela existência de um Acordo Coletivo. Há quatro anos, depois de uma forte greve, o judiciário estabeleceu 29 cláusulas de trabalho que vigoraram até 31 de agosto deste ano. Os sindicatos tiveram uma audiência com o presidente da Fundação Padre Anchieta, e as tratativas seguem.

 

Negociações em curso na TVT 

Também com os radialistas, a campanha avançou na reposição da inflação nos salários, mas a categoria profissional não concorda em retirar a PLR.