Caminhada virtual exalta memória do abolicionista Luiz Gama

Será realizada no dia 24 de agosto (2ª feira),  na cidade de São Paulo,  a  Caminhada Luiz Gama, evento  que assinala a passagem 138º aniversário da morte daquele que agora é oficialmente reconhecido como o “Maior Abolicionista do Brasil" e "Patrono da Abolição da Escravidão do Brasil".   O evento - este ano em versão virtual por causa da pandemia -  dá continuidade a uma tradição iniciada por jornais da imprensa negra paulistana na década em 1931, ano em que foi  erigido um busto do herói em frente à Academia Paulista de Letras, no Largo do Arouche.   Desde aquela época, é regularmente realizada, no dia 21 de junho (data do nascimento, em 1830), ou em 24 de agosto (morte,1882), uma caminhada desde a herma (busto) até o túmulo de Luiz Gama no cemitério da Consolação.

Na versão deste ano, serão apresentados três atos online transmitidos pelo Facebook e pelos canais do Jornal Empoderado e Jornalistas Livres a partir de quinta-feira (20/08) até a próxima segunda-feira (24/08), quando ocorrerá uma "caminhada virtual". Em vídeo produzido pelo ator, escritor e produtor cultural Max Mu e sua companheira, a gestora de projetos e produtora cultural Marília Santos, serão exibidos pontos históricos da cidades relacionados com a vida e a memória de Luiz Gama. Além disso, personalidades como João Acaiabe, Oswaldo Faustino, Naruna Costa, Max Mu, Ailton Graça, Eduardo Silva, Dinho Nascimento e Cyda Baú , entre outros, gravaram em vídeos trechos de um texto escrito por Raul Pompeia por ocasião da morte de Gama, que serão entremeados à exibição do percurso.

Também faz parte da programação do evento um ciclo de atividades virtuais que irão contemplar os diversos campos de atuação do grande abolicionista, todas com emissão prevista para as 19 h: no dia 20 de agosto, quinta-feira, irá ao ar o debate Luiz Gama para Advogados; na sexta, dia 21, Luiz Gama para Escritores; e no sábado, dia 22, Luiz Gama para Jornalistas.

No domingo, dia 23, será exibido o vídeo Ação Catadoras190 anos de Luiz Gama e a Liberdade de ser o que se é”, com emissões previstas  para 11h30 e 19h.  Na segunda (24), após a Caminhada, serão exibidos os vídeos Luiz Gama: Defensor dos Escravos, do Direito e das Liberdades Democráticas,  às 18h, e uma retrospectiva e conversa sobre a peça Luiz Gama, Uma   voz  pela Liberdade, às 21h.

Ao lado de Max Mu, participam da coordenação do evento Caminhada Luiz Gama os jornalistas Abílio Ferreira, Flavio Carrança e Oswaldo Faustino e a produtora cultural Cristina Adelina.