Assembleia no dia 30 discutirá prestação de contas

No ano passado, sindicato registrou aumento na arrecadação de mensalidades e reduziu sua dívida

A assembleia de prestação de contas de 2019 do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) será realizada no dia 30 de junho, terça-feira, às 10h30, por meio virtual. Haverá discussão também sobre a revisão orçamentária do exercício de 2020.

O SJSP tem realizado mudanças nos últimos anos, buscando fazer das mensalidades dos sindicalizados a base de sustentação da entidade. “As mensalidades representam a nossa arrecadação mais importante, política e financeiramente, porque expressam a adesão voluntária de jornalistas ao sindicato. No ano passado, as mensalidades responderam por 41,7% das receitas. A perspectiva é aumentar esse peso, por meio da ampliação do número de sindicalizados”, diz o secretário de Finanças e Administração do sindicato, Cláudio Soares. No ano passado, houve aumento do total de sindicalizados em cerca de 10%.

Até 2017, tinham grande peso no orçamento do SJSP o Imposto sindical, cuja obrigatoriedade acabou naquele ano, e a Contribuição assistencial. Essa contribuição – cuja participação nas receitas caiu de 26,4% (2017) para 15,3% (2019) – é cobrada dos jornalistas com vínculo empregatício e não sindicalizados, ou seja, colegas que também têm direito às conquistas obtidas pelo sindicato nas convenções coletivas, mesmo não fazendo parte do quadro da entidade.

Receitas e despesas

Na assembleia, serão detalhados os resultados de receitas e despesas. Em 2019, as mensalidades totalizaram R$ 1,278 milhão. Foram R$ 6 mil a mais do que em 2018, o que é relevante, levando-se em conta a situação de crise do setor de comunicação. Esse aumento é fruto do resultado positivo da campanha de sindicalização e da cobrança mais efetiva de mensalidades.

O segundo item mais importante das receitas foi o de contribuições de jornalistas que obtiveram ganho de causa em ações movidas pelo Jurídico do SJSP, num total de R$ 1,039 milhão (33,9% das receitas). Temos conseguido vitórias judiciais expressivas, que repõem direitos sonegados aos jornalistas pelas empresas.

Nas despesas, o pagamento de salários e encargos consumiu R$ 1,034 milhão (36,8% dos gastos). Nos últimos anos, com a redução do número de funcionários, os gastos nesse item diminuíram de forma significativa. As atividades sindicais e de mobilização atingiram R$ 962 mil (34,2%), e as despesas administrativas, R$ 695 mil (24,7%).

Considerando-se apenas receitas e despesas do ano (sem pagamento de dívidas), o SJSP teve superávit de R$ 255 mil. Ao acrescentarmos a amortização das dívidas, no valor de R$ 433 mil, o resultado geral é de R$ 178 mil negativos. Em 2018, o saldo negativo havia sido de R$ 459 mil.

Um destaque quanto ao pagamento de dívidas no ano passado é o fato de o SJSP ter quitado o valor devido à Abet (Associação Brasileira de Empregados em Telecomunicações), principal credor do antigo plano de saúde vigente no sindicato no início da década de 2000. Ainda há outros credores e processos em tramitação.

Como participar

Podem participar da assembleia sindicalizados(as) em dia com a mensalidade. Quem quiser obter o link de participação, é só enviar mensagem para o e-mail cadastro@sjsp.org.br, até as 16 horas do dia 29 de junho, e informar o número de celular ou o e-mail pelo qual pretende entrar no evento. O link será enviado no dia 30.