banner-site-sindicalize-se

face banner          twitter banner

Qui, 16 de Novembro de 2017 00:00    PDF Imprimir E-mail
Greve de jornalistas e radialistas prossegue na Empresa Brasil de Comunicação

Categorias protestam contra reajuste zero e retirada de direitos pela direção da EBC

Os jornalistas e radialistas da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) cruzaram os braços nas praças de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Maranhão desde a zero hora da terça-feira (14) e, em assembleia na tarde do mesmo dia, aprovaram a continuidade da greve em protesto contra o reajuste de 0% e contra a retirada de direitos proposta pela direção da EBC.

A adesão à greve é ampla em todas as praças e, em São Paulo, chega à 90% segundo informação dos sindicatos das categorias. Em Campanha Salarial com data base em 1º de novembro, os profissionais reivindicam 4% de reajuste para repor a inflação do período e para recuperar perdas sofridas nos últimos dois anos.

Porém, após sete rodadas de negociação, a direção da empresa segue intransigente afirmando que não vai reajustar nenhum dos itens da pauta econômica e que vai retirar diversos direitos do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), tais como o Vale Cesta Alimentação (pago apenas nos meses de dezembro e junho), o Vale Cultura, a multa pelo descumprimento do ACT e, ainda, fim do quinquênio aos que ingressarem na EBC a partir de agora.

Por isso, na assembleia desta terça-feira, os radialistas e jornalistas decidiram que não há negociação enquanto a empresa insistir na retirada de direitos e exigem resposta imediata da direção da EBC quanto às reivindicações da pauta econômica da Campanha Salarial 2017-2018.

Outra questão é que os trabalhadores têm a informação de que os serviços prestados pela EBC à TV Nacional do Brasil (NBR) serão suspensos no Rio e, possivelmente, em São Paulo, com transferência de jornalistas e radialistas para Brasília. Diante do quadro, na assembleia também deliberaram que a posição a ser defendida junto à direção da empresa é de que nenhum profissional seja transferido contra sua vontade e de forma arbitrária e, ainda, que vão prestar o serviço desde seja respeitado o contrato entre a NBR e a EBC.

As categorias também denunciaram o assédio moral praticado pelo diretor de jornalismo Lourival Macedo, que ameaçou grevistas com a perda de direito à gratificação de desempenho (conhecida na empresa como GDAC).

Macedo foi indicado ao cargo por uma lista tríplice endossada pelos trabalhadores da EBC e a retirada do endosso foi aprovada na assembleia como resposta ao assédio protagonizado pelo diretor de jornalismo.

A greve continua nos próximos dias e, na quinta (16) e na sexta (17), com piquete a partir das 7h e assembleia às 13h, com programação de debates e atos na porta da empresa em todas as praças.

Leia também:
Jornalistas e radialistas entram em greve na EBC em protesto ao reajuste zero e à retirada de direitos
Jornalistas e radialistas da EBC entram em greve nesta terça (14)

Escrito por: Flaviana Serafim – Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo
Foto: Cadu Bazilevski/SJSP

 

Expediente

Portal Oficial do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

 

Presidente

Paulo Zocchi

Secretária de Comunicação 

Lílian Parise

 

As matérias assinadas não representam necessariamente a opinião da diretoria.


Editora
: Flaviana Serafim


Contatos

Tel:(11) 3217-6299

Fax:(11) 3256-7191

e-mail: jornalista@sjsp.org.br

Facebook: http://www.facebook.com/SindicatoJornalistasSP

Twitter: http://twitter.com/JornalistasSP

Entidades parceiras

fenaj_186x44

cut_469x154

fij_140x140

Endereço

Rua Rego Freitas,530 - Sobreloja
Vila Buarque - SP - CEP: 01220-010
Fone: 11 3217 6299

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.

Mantido por Pandora